Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
  • SEBASTIÃO REIS DE OLIVEIRA - DEM
  • Vereadores
    16ª LEGISLATURA
    Presidente Atual
    SEBASTIÃO REIS DE OLIVEIRA
Dados Municipais
Webline Sistemas

Município de Castilho

"Paraíso do Pescador"

Aniversário

10 de agosto

Gentílico

Castilhense

Prefeito(a)

APARECIDA DE FÁTIMA GAVIOLI DO NASCIMENTO (DEM)(2017/2020)

Localização

 

 

Localização no Brasil

20° 52' 19" S 51° 29' 16" O

Unidade federativa

São Paulo

Mesorregião

Araçatuba IBGE/2008[1]

Microrregião

Andradina IBGE/2008[1]

Municípios limítrofes

 

Andradina (L), Itapura (N), Nova Independência (S), Paulicéia (S), São João do Pau d'Alho (S), Três Lagoas-MS (O)

Distância até a capital

642 km[2]

 

Características geográficas

 

Área

 

1 062,653 km² [3]

População

18 006 hab. Censo IBGE/2010[4]

Densidade

16,94 hab./km²

Altitude

365 m

Clima

Não disponível

 

Fuso horário

UTC−3

Indicadores

IDH

0,76
médio PNUD/2000[5]

PIB

R$ 577 807,703 mil IBGE/2008[6]

PIB per capita

R$ 35 969,11 IBGE/2008[6]

 

Castilho é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 20º52'20" sul e a uma longitude 51º29'15" oeste, estando a uma altitude de 365 metros. Sua população estimada em 2004 era de 15.122 habitantes.

Possui uma área de 1062,6 km².

História

Em 1934, Armel de Miranda veio para esta região, conseguindo, através da família Ferreira Brito, a doação de um terreno para formar o patrimônio. Outros povoadores aí se fixaram abrindo pequenas lavouras.

Nessa época, chegou à povoação, então conhecida por Vila Cauê, o engenheiro da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, Alfredo Castilho, chefe dos trabalhadores que implantavam a Estrada de Ferro Noroeste do Brasil na região, ligando os Estados de São Paulo e Mato Grosso (hoje Mato Grosso do Sul), cruzando o rio Paraná na Ponte Francisco de Sá.

Em 1937, os trilhos já tinham sido implantados, assim como a estação denominada Alfredo Castilho, ao lado da qual se formou a povoação que teve importante função comercial na integração da ferrovia com a navegação do rio Paraná.

Novos contingentes de povoadores vieram se fixar, aumentando o patrimônio e lavouras da região, dedicadas às culturas de algodão, milho, arroz, feijão e amendoim.

Em 1944, a povoação passou a denominar-se Castilho.

A grande fase de desenvolvimento da comunidade iniciou-se somente por volta de 1965 com os serviços de terraplanagem e construção da Usina de Jupiá, atual Usina

 hidrelétrica Engenheiro Sousa Dias

, integrante do complexo de Urubupungá, inaugurado em 1969. O represamento das águas do Rio Paraná evitou as constantes inundações das terras cultivadas, aliando ainda, a irrigação destas, propiciando altas produções agrícolas.

Demografia

Dados do Censo - 2000

População Total: 14.948

  • Urbana: 11.959
  • Rural: 2.989
  • Homens: 7.470
  • Mulheres: 7.478

Densidade demográfica (hab./km²): 14,07

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,92

Expectativa de vida (anos): 72,29

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,89

Taxa de Alfabetização: 85,09%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,760

  • IDH-M Renda: 0,648
  • IDH-M Longevidade: 0,788
  • IDH-M Educação: 0,844

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia

  • Rio Tietê
  • Rio Paraná
  • Rio Aguapeí

Rodovias

  • SP-300

Administração

  • Prefeito: APARECIDA DE FÁTIMA GAVIOLI DO NASCIMENTO (DEM)(2017/2020)
  • Vice-Prefeito: Espedito Alves Leite (PEN)
  • Presidente da Câmara: Sebastião Reis de Oliveira (DEM) (2017/2020)
Próxima Sessão

36ª SESSÃO ORDINÁRIA DIA 12/11/2018

37ª SESSÃO ORDINÁRIA DIA 19/10/2018

38ª SESSÃO ORDINÁRIA DIA 26/10/2018